Já É! Já É! Author
Title: Nossa Senhora da Primavera
Author: Já É!
Rating 5 of 5 Des:
(oração no final da página) Neste mês de setembro, nós da Comunidade Renascidos em Pentecostes e Paróquia São Pedro celebramos com al...
(oração no final da página)

Neste mês de setembro, nós da Comunidade Renascidos em Pentecostes e Paróquia São Pedro celebramos com alegria a Festa de Nossa Senhora da Primavera. Talvez você nunca ouviu falar desta festa e nem desse título dado a Nossa Senhora. Realmente a Igreja não conhece esse título, mas nós conhecemos. O que aconteceu é que, há alguns anos atrás, por volta das cinco da manhã, numa quinta-feira, eu estava despertando à consciência de um novo dia em nossa comunidade, já que há muito tempo, em todas às quintas-feiras, abrimos a igreja às 6 horas da manhã e celebramos duas missas: a primeira às 8 da manhã; de onze às 17 horas temos Adoração ao Santíssimo e às 19 horas, a segunda grande Missa de Cura. Na quarta-feira temos o Cenáculo pela manhã, Mil Ave-Maria na parte da tarde e a Missa de Libertação a partir das 19 horas. Geralmente o sono desaparece de quarta para quinta tornando-se uma noite de oração. Então, no despertar daquela manhã, ainda dormente pelo cansaço e não muito animado para enfrentar mais uma grande quinta-feira, despertei com uma forte sensação que Nossa Senhora estava junto a minha cama acompanhada pelos anjos. Escutei uma voz que disse: “Do dia 22 para o dia 23 de setembro, entrarei em vossas casas com os anjos e libertarei de todo mal e curarei vossas feridas”.

No meu despertar, brotou em meu coração a certeza imensa que tinha sentido e ouvido isso. Quando cheguei para celebrar, contei para assembleia que recebeu essa revelação com muita alegria e entusiasmo. Como estávamos no mês de dezembro, preparando o Natal do Senhor, logo esse entusiasmo foi desaparecendo e na verdade, fui refletindo melhor. Resolvi esquecer essa revelação, essa certeza. Chegou o dia 22 de setembro e não fiz nada. No segundo ano, as pessoas que estavam na assembleia começaram a me cobrar, mas comecei também a ignorar o apelo dessas pessoas. Passaram-se mais de quatro anos e um dia, um senhor em uma reunião, olhou para mim e disse: “Eu e a minha família estamos esperando com muita ansiedade o dia 22 de setembro, porque a nossa casa será abençoada”. E eu interessado perguntei ao senhor: “O que vai acontecer nesse 22 de setembro?” E ele, olhando-me nos olhos disse: “Nossa Senhora prometeu a um certo padre que nessa data visitaria  nossas casas, nos libertaria e curaria nossas feridas”. Ouvindo isso o meu corpo estremeceu. Senti uma vergonha imensa, não daquele senhor, mas do próprio Deus e de mim mesmo. E naquele exato momento, nasceu a devoção a Nossa Senhora da Primavera.

Como nasceu esse título a Nossa Senhora da Primavera? Naquele momento achávamos que poderíamos chamar de Nossa Senhora da Visitação em nossas casas. Quando estava fazendo a homilia dentro dessa celebração, dizia para aquela grande assembleia que estávamos ali para celebrar Nossa Senhora da Visitação, porque Ela visitou e ajudou Isabel e também iria entrar em nossas casas para nos visitar. Comecei a ouvir uma voz dentro de mim que gritava: “Não é Nossa Senhora da Visitação, é Nossa Senhora da Primavera que está entrando na vossa casa. Então perguntei para o senhor Tadeu Roxsander quando chegaria a Primavera. E ele que é sempre muito atento as estações do ano disse-me: “É exatamente nesse momento que a Primavera está chegando em nosso continente”. Assim nasceu essa devoção com o título de Nossa Senhora da Primavera.

Nós celebraremos no domingo que antecede o dia 22 para o dia 23 de setembro, que dá exatamente dia 20. Vamos nos preparar em torno do altar do Senhor fazendo uma grande festa com a Tarde de Louvor. Você deve trazer água para ser abençoada e uma rosa para ofertar à Nossa Senhora. Abençoarei a água e você vai aspergi-la em sua casa no dia 22 para o dia 23. Nessa mesma noite, você vai fazer um altar e chamar os seus familiares para a oração de um terço e fazer também um sacrifício de não ligar a TV nessa noite e dizer como Isabel: “De onde me vem esta honra de receber em minha casa a mãe do meu Senhor?”.

Eu te peço irmãos, usem as redes sociais, fotografem ou filmem o seu altarzinho com Maria e coloque para o mundo ver que nós nos alegramos com a mãe do nosso Senhor. Hoje não tenho dúvida, nessa noite Nossa Senhora com os anjos entrará em vossa casa, vos libertará de todo mal e  curará vossas feridas. Lembrando irmãos, que isso não é um dogma, é um ato de fé como nos diz São Paulo: “Se creres, tu e tua casa será salvo.” (Atos 16.31).

Vamos viver essa festa agradecendo a Deus por ter nos dado uma preciosíssima Mãe, aquela que cuidou do Filho de Deus agora cuida de nós e podemos perguntar: De onde vem essa honra? Vem da misericórdia de Deus que nos trata como filhos amados, que nos ama sobre todas as coisas. Abra o teu coração e celebre com alegria, porque com Nossa Senhora o teu vinho não vai acabar, ao contrário, será cada vez mais transformado até ficar o melhor. Com Nossa Senhora, teu Pentecostes começará sempre. Ela vai entrar em tua vida e te apresentar a Jesus Cristo dizendo: “Eis aqui a serva (a) do Senhor”. Alegria é saber que nós cremos e sabemos que as nossas feridas serão saradas, as nossas correntes serão quebradas e que mais uma vez pisaremos na cabeça do inimigo.

Pela força da graça de Deus te desejo uma grande Primavera. Estação esta, que no Pólo Norte e em outras regiões de grandes geadas, se espera essa época, quando ela chega abre-se a casa e tira-se tudo aquilo que estragou ou mofou. Limpa-se os móveis e joga fora aquilo que o frio estragou. Abre-se as janelas e deixa o Sol entrar. Recebe-se um novo ar e sente uma nova brisa que vem trazendo conforto, esperança e alegria. Então, nessa noite do dia 22 para o dia 23, na véspera da chegada da Primavera, vamos abrir nossa vida, nosso coração, nossa família e até a vida dos nossos antepassados para deixar o sol da misericórdia iluminar nossa existência. A Rainha dos Anjos estará em nossa casa. A fonte da graça, a Serva do Senhor nos conduzirá à uma nova primavera. Deixe ser iluminado, curado e liberto, porque essa é a noite que o Senhor fez para nós.

Agora amados, desejo-te uma nova “aurora”, que o Santo Papa João Paulo II em vida, já pregava essa nova primavera dentro da Igreja, essa nova evangelização, esse novo modo de ser e de viver em Jesus Cristo. Converse com seus familiares, desligue a voz do mundo e muitas vezes do inimigo para escutar a voz de Deus que vai falar em tua casa.

Padre Moacir Anastácio



Sobre o JAÉ

Advertisement


 
Top